Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \29\UTC 2007

Coisas do coração

Bom, gente, não costumo usar o blog como uma “verborragia” pessoal, mas hoje é o cateterismo da minha mãe, previsto para começar entre 10 hs e meio-dia. Estamos bem confiantes no sucesso da intervenção (trabalhar com médicos enche a gente de termos técnicos), mas sempre fica aquela ansiedade, sabe como é.

Afinal, os próximos meses serão ditados pelo resultado desse exame, que consiste na introdução de um catéter com uma microcâmera por uma incisão na virilha, passando por todo o corpo até o coração, aonde o catéter será usado para reparar (e fotografar) a parte do coração que está isquêmica.

No caso da minha mãe, a isquemia é menor do que a outra vez (diga-se de passagem, bem menor), mas a impedia de fazer qualquer esforço físico. Por isso, estamos acreditando que o cateterismo já auxiliará o suficiente para que o que houver, já ser corrigido hoje.

Eu vou atualizando conforme as coisas se passarem. Minha mãe interna às 9 horas e sai às 17, e fica dois dias de repouso absoluto e pernas para cima. Um feriado prolongado, brinquei com ela.

Até mais!

Update 1: Tudo ok, minha mãe acabou de sair do exame e já está no repouso na enfermaria do hospital. Tudo correu normal, e pelo que se indica, ela sai ainda hoje, as 17 horas.Obrigada a quem torceu, a quem rezou e a quem mentalizou positivo. 😉

Update 2: Parece que ela não sai mais hoje do hospital, mas não sei ainda o porque. Eu posto aqui assim que souber o que raios está acontecendo.

Update 3: (30/01/2007) Minha mãe sai hoje as 09:00 hs. Não retiraram o cano que introduz o catéter da virilha dela a tempo da alta ser ontem. Hoje é dia de levar ela na cardiologista com as imagens do cateterismo + o laudo + a carta do cirurgião para vermos o que fazer a partir de agora. A fase “cateterismo” está completa. Mas não tem graça nenhuma.

Anúncios

Read Full Post »

Falando de música…

O Tarciso, que é um cara que eu adoro (rasgação de seda modo advanced), me passou esse post comunitário, então, lá vou eu. Como é um post sobre música, deu um pouco de nostalgia dos tempos em que eu escrevia sobre isso, mas não adianta eu querer voltar à algo que não tenho mais tempo.

E como o trabalho está a anos-luz da diversão… hey ho, let´s go!

Qual o primeiro CD que vc lembra de ter comprado na vida. E o último?

Caraca. Já faz um tempão… mas eu lembro do primeiro CD que eu comprei… foi o Greatest Hits do Phil Collins (é o lado brega da Força, fazer o que!). Ouvi esse CD até gastar. Hoje eu ainda tenho, mas já não ouço tanto. A gente vai mudando, inclusive musicalmente. Mas certas coisas não, sabe como é.

Já o último CD ganhei no Natal. O “18 Singles”, do U2. Falei que certas coisas não saem da nossa raiz musical? Mas o que foi comprado, comprado mesmo foi o da Norah Jones: “Come Away With Me”.

Existe algum artista do qual você tenha coleção completa de tudo o que ele tenha lançado?

Completíssima, não, ainda não tive a oportunidade.

Mas tenho muita coisa do U2, e só falta um álbum para completar a coleção do Coldplay. Já a minha coleção da Enya é meu xodó. Faltam só dois álbuns e o box, que não consigo achar mais.

Do Coldplay, só me falta o último álbum, “X&Y”. Na da Enya, falta “The Celts”, o primeiro, e “Amarantine”, o último. Mas eu chego lá.

Existe algum disco ou LP que você gostaria muito de ter e até hoje não conseguiu comprar?

Pow! Nem me fale!

Eu tinha os LPs todos do Genesis, queria muito tê-los em CD. Tá certo que a pergunta foi pra LP, mas eu vou encarar como álbuns, mesmo.

Queria terminar a coleção do U2, como “Joshua Tree” ou “Atchung, baby”. Também queria fazer uma coleção massa dos anos 80. Sou viciada em música dessa época.

Mas a lista é longa mesmo. Adoro música e se pudesse, comprava todo mês.

Qual sua lembrança mais interessante de uma música em particular?

“One”, do U2. Me faz lembrar muita coisa boa da vida… numa oportunidade, eu conto melhor essa história… e lembrei dela porque eu acabei de ouvi-la no rádio e já arrepiou a nuca. Tenho uma simbiose mágica com essa música.

Alguma música mudou, definitivamente sua vida?

Eu sou uma criatura movida à música. Preciso de um MP3 player de uns 30 Gb pra caber tudo o que faz minha vida ter sentido… é difícil falar de uma música só.

Agora tá na hora de passar a bola:

Respondendo: Alex, Marilyn e Poli.

É isso aí gente. Bom final de semana… e semana que vem é de importantes acontecimentos…

Read Full Post »

Bom dia, pessoal.

Hoje em dia, diante de “trocentos” acontecimentos, venho percebido uma mudança interna que só me deu um estalo hoje de manhã. Engraçado como as coisas surgem na cabeça da gente quando estamos em fase de transição.

Notei que tenho andado um pouco mais tolerante. Pouco, mas já é um começo, visto que nem tudo são flores. Percebi também que a paciência, que é uma virtude (e está em falta no mercado), tem aparecido em doses homeopáticas. Da pessoa que eu era há um tempo atrás, senti uma metamorfose pequena, porém notável.

É claro que um processo desses leva tempo. Claro, também, que ninguém vai estalar os dedos e pronto! Uma pessoa nova em três minutos, como um miojo fica preparado. Isso não existe. Você não muda coisas que estão instaladas nas suas mais profundas raízes do dia para a noite. Como eu disse, é um processo, que pode levar um tempinho.

E eu sei também que tem coisas que nunca vão mudar. Mágoas que nunca vão passar. Pessoas que nunca mais aceitarei na minha vida. Isso faz parte da personalidade construída ao longo dos anos. Existe um certo grau de “perdão” que eu, particularmente, não aceito. Perdoar não é ser feito de bobo, ou de saco de pancada. A gente perdoa pequenos deslizes ou um momento de raiva alheio, mas quando a dose foi violenta, não há Cristo que perdoe. Vai me dizer que não é verdade?

A essência da gente é integrada aos acontecimentos da vida, e por isso, não aceita coisas que agridem a moral, os sentimentos e o eu interior. Por isso, fico feliz com o que tenho hoje, quero crescer na vida, mas não quero mais do que isso. Minha família, para mim, é isso e não há outro remédio. Ou outra forma.

Por isso a razão do título. Nada muda no mundo, no seu mundo, se você não mudar, melhorar, se aperfeiçoar. Perfeitos, nunca seremos. Mas humanos, isso é a nossa essência.

Fico contente quando faço esses pequenos passos. É a prova de que cresci, e que hoje deixei para trás uma parte de mim que eu não precisava mais ter. Sejamos felizes como somos, essa eterna evolução!

 “Prefiro ser essa metamorfose ambulante

do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo…” 

Read Full Post »

“Timing” 

reflexo.jpg

Meu primo, atualmente, vive em um mosteiro nos Estados Unidos.

Todos os dias, entre 13:55 e 16:00, ele faz uma meditação e prece para cura. Como minha mãe tem passado problemas de saúde, resolvi postar neste horário, como uma forma de meditação e alcance, para que possamos sincronizar os pensamentos.

Portanto, se vc tiver algum problema referente à isso, eu peço que também se junte à corrente, afinal, todos temos olhos perante às energias positivas, seja lá quem for que nos ajude…

“We are sincronized…”


 “Dias Melhores Virão (?)”

Viver num mosteiro e ter qualidade de vida, hoje em dia, é difícil. As pessoas estão (mal) acostumadas às praticidades da vida cotidiana e moderna, às comidas congeladas, à andar para todos os lados de carro. Enfim, as comodidades da vida moderna.

Ter saúde, hoje em dia, é saber controlar o estresse, os problemas financeiros e manter uma certa “periodicidade” quanto ao espírito, que sempre é esquecido. Nos preocupamos tanto em quantos meses faltam para que fiquemos com um zero bem grande na conta bancária que não nos cuidamos, fisicamente e espiritualmente.

Por isso, paro e penso. Será que vale a pena se estressar tanto por isso?

Vale a pena perder saúde por causa das coisas mundanas? Não podemos viver sem (tanto) nos atermos às coisas materiais? E aonde fica nossa saúde mental, física, espiritual? Sinceramente, não faço idéia.

O ser humano ficou assim, a ponto de se sacrificar por coisas materiais, mesmo que não se perceba. E assim, esquecemos de Deus, que acima de tudo, é a saúde da alma!

Read Full Post »

Quem disse…

… que eu consigo ficar longe daqui? 😉

Não consigo fazer um balanço da vida sem escrever todo dia aqui! Agora, como eu vou ter banda larga (aaaahh, moleeeeque!), vai ser o máximo! Vou poder postar no blog quando me der na veneta, e vou poder fazer uns projetos de internet que eu estou planejando com cuidado.

Acho que preciso do blog para poder pensar e refletir com mais calma, enquanto digito estes posts de manhã cedo, antes de começar a luta do dia-a-dia. Pensei em deixar pra lá um pouco, dar uma férias de “blogagem”, mas pelo que percebo, é uma baita “bobagem” (sacou o trocadilho infame?).

Me sinto às vezes matando alguns leões por dia sem a necessidade de matá-los, sabe como é. Quem manda eles cruzarem o meu caminho, não é verdade? 🙂

Só sei que este ano faço 26 anos (faltam 3 para que eu me torne uma “estagiária balzaquiana”… hehe), estou com o ascendente em Gêmeos mais evidente que nunca (é o lado teimoso da Força) e agora, com projetos para tocar, vamos que vamos… ou o futuro engole a gente, se ficarmos parados.

Portanto, esqueçam aquela “bobagem blogada” de fechado para balanço. O que está fechado, aqui, é somente uma questão de bom senso: tudo o que me faz ou fez mal. As coisas boas, todas, são muito bem vindas.

O que vem à frente, nós não sabemos, é um enigma. Mas, a hora que ele for desvendado, percebe-se que é tudo consequência do que fazemos, e muitas vezes (quase que sempre) é irreversível. Acredite.

Boa semana para todos! E até amanhã 😀

Read Full Post »

Intervalo comercial

” A verdade prova que o tempo é o senhor dos dois destinos,

já que para ser homem tem que ter a grandeza de um menino.”

“Girassol” – Cidade Negra 

Olá, pessoal.

Tô aqui pra informar que o blog entrará em “hiatus” até o começo de fevereiro. Estou fazendo mudanças radicais e algumas coisas vão inclusive de fazer um balanço de tudo o que aconteceu até hoje, lendo o blog e os arquivos desde lá para cá.

Mas é por pouco tempo! Volto dia 1º de fevereiro, para contar tudo o que aconteceu nesse intervalo. O blog não deixará de existir, apenas está em “balanço”.

Em breve, as revoluções!

Um abraço a todos e até dia 1º!

Read Full Post »

Insanidades

Quando eu vejo as notícias sobre o desabamento da estação Pinheiros do Metrô de São Paulo, e vejo as vítimas, o quão ocasional foi estarem lá, naquela hora, naquele momento… que loucura, não é mesmo?

É realmente algo a se classificar como “lastimável”. Como é estranho imaginar que, de repente, o chão à seus pés pode se abrir (sabe-se lá por erro de quem) e você ir parar dentro de um buraco de 30 metros, totalmente soterrado. Que absurdo!

Ver as histórias, as pessoas, cada uma delas… é realmente de deixar qualquer um tonto, de tanta informação e, ao mesmo tempo, de tantas más coincidências. E as pessoas que perderam as casas, e estão vivendo em hotéis? Imagina a rotina dessas pessoas.

É dessas insanidades desordenadas da vida que se fazem as grandes tragédias da humanidade.

Daqui a alguns anos, os paulistas, os turistas, enfim, estarão usando a estação Pinheiros…será que nos lembraremos dessas pessoas? É… tudo é bem relativo nesse mundo!

Read Full Post »

Older Posts »