Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Introspecção’ Category

Coisas de criança.

Hoje tivemos um papo no serviço bem nostálgico.

Lembramos das coisas boas da nossa infância e da nossa vida. Seriados de TV, brinquedos, desenhos animados… foi uma época maravilhosa.

Os papos empolgados sobre todas essas coisas me renderam um post saudosista da época dos meus brinquedos, dos meus desenhos, das coleções de papel de carta, dos álbuns de figurinha.

Lembrei que eu tinha Playmobil, tinha as bonecas da Moranguinho, as Barbies de antiga (que eu coleciono até hoje), o castelo da She-Ra (quaaase completo!). Era um tempo bom e tanto.

Assistia os faroestes, “Terra de Gigantes“, “Perdidos no Espaço“, geralmente nas reprises de manhã cedo. Lembro de Dom Quixote, Olho Vivo e Faro Fino, Pica Pau… minha nossa!

Hoje em dia, não se vê mais essas coisas, se vê uma modernização da vida que já começa desde criança, com seus brinquedos que falam, seus desenhos interativos, enfim.

É o sinal dos tempos…

Pena que a minha vida não foi tão boa como as coisas de criança eram nessa época. Por isso, chego nesse estágio da vida com saudade das brincadeiras, mas não gostaria de voltar para lá. Acho que o que passou, ces´t fini.

Eu ainda continuo um pouco criança, com minhas Hello Kitties e Barbies e brindes do McLanche Feliz, Burguer King e etc.. Portanto, todas as brincadeiras vieram comigo, numa síntese boa e feliz.

Resultado disso? Sou a criança de 26 anos mais feliz do mundo.

Anúncios

Read Full Post »

tempo.jpg

Não desperdice seu tempo e sua saúde com coisas que não precisam de tanta preocupação assim. Não se machuque, não se prejudique, não sinta dores desnecessárias.

Você pode estar bem hoje e péssimo amanhã. Tudo é relativo, até as condições da alma.

Portanto, como o hoje e o amanhã são variáveis, aproveite bem o seu dia. A sua saúde, paz de espírito e alegria não merecem ser desperdiçados com coisas à toa.

Não brinque de esconde-esconde com a vida.

Acho um absurdo as pessoas jogarem tanta coisa fora. A vida é tão curtinha! Ela é um curta-metragem, como diz bem um amigo meu. Os personagens passam, as coisas passam, a vida passa. E você sempre fica consigo mesmo. É a única coisa que você pode chamar de seu.

Eu detesto acordar tarde de final de semana, por exemplo. São apenas dois dias por semana que ficamos fora do ambiente de trabalho, merecem ser devidamente aproveitados. Mesmo que pinte aquela sonequinha à tarde.

Não sou escrava do relógio, sou dona de mim mesma! Não faça seu tempo virar um fato perdido, aonde você só perceberá o que perdeu… quando não tiver mais nada a perder.

“Tudo passa. Só eu ficarei comigo pela eternidade” – Emmanuel

Read Full Post »

Espera

espera.jpg

Vivemos esperando alguma coisa.

Seja uma atitude, um dia, um presente, um início, um fim.

Esperamos porque deixamos que a vida seja regida pelo tempo. Quanto tempo nos falta para que o que esperamos, seja bom ou ruim, chegue e mude toda a vida?

Pois é isso que temos, sempre algo para se esperar.

E para a maior parte das coisas, é preciso paciência.

Portanto, não adianta “forçar a barra”. Por mais que algumas coisas demorem, sempre há a esperança que as mantem alimentadas. Afinal, um dia a espera termina, assim como a nossa vida é efêmera e passa num piscar de olhos.

Vamos esperar para conseguir sem parar nossas vidas. Esse é o desafio da conquista.

Boa semana para todos nós.

Read Full Post »

Vida

vida.jpg

 

“Toda noite quando durmo, morro. E todo dia quando acordo, renasço.”
Mahatma Ghandi

Quer uma definição para VIDA?

Segundo a Wikipédia, “A vida é um conceito com numerosas faces. Pode-se referir ao processo em curso do qual os seres vivos são uma parte; ao espaço de tempo entre o nascimento e a morte de um organismo; a condição duma entidade que nasceu e ainda não morreu; e aquilo que faz com que um ser vivo esteja… vivo. Metafisicamente, a vida é um processo constante de relacionamentos”.

A vida é uma troca de energia, entre você, o meio-ambiente e as pessoas com as quais você se relaciona. É também o que pulsa, o que circula, o que respira e o que coexiste no Universo.

Uma árvore tem vida pois troca materiais com o meio-ambiente, tem circulação e pulsação (por que não?) e energia. Assim como nós, seres humanos. Temos tanta vida quanto a flora e a fauna, e os organismos celulares, sejam eles pluri ou multicelulares, temos tanta vida quanto qualquer ser energético do Universo, ou quanto a estrela que acaba de explodir numa dimensão longínqua dele.

A vida é uma constante variável, como eu escrevi uma vez. Muda sempre, principalmente na interação com o meio. Muda também quando estamos em alguma jornada evolutiva. Sempre temos que provar a nós mesmos (e ao Universo), se a vida que levamos, se as energias que recebemos e emitimos, são realmente boas.

É para isso que serve os objetivos de cada um de nós. Dispender energia para ser mais tolerante ou para varrer um cômodo da casa são diferentes. Uma coisa molda a sua alma, a outra acomoda o corpo. Por isso, devemos sempre medir o quanto de nossa energia gastamos com as coisas da vida, com os acontecimentos e com as pessoas e tarefas.

A vida existe para todos nós, mas em aspectos diferentes para todos. A vida para mim, é diferente do que é para você. Eu estou de bom humor, positiva. Você pode estar em uma fase daquelas, com muito mau humor. Isso depende da perspectiva de cada um de nós. Lembre-se, você não é e nem nunca será responsável pelo modo de viver de ninguém. Todos temos livre arbítrio e somos capazes de escolher.

Portanto, aprenda a usar a sua energia para transformar o dia-a-dia de nossa vida, que é um princípio energético e físico, num aprendizado cada vez melhor.

Está na hora de melhorarmos nossa vida!

Read Full Post »

amelie-poulain04.jpg

 

“Seja sempre o elo que liga as coisas boas aos olhos de Deus”

Amèlie é uma garota que, ao fazer uma boa ação, resolve ajudar as pessoas com pequenos gestos, muda a sua ótica de vida.

Assisti dias desses, de madrugada, o filme passando na TV à cabo. E me surpreendi. Não é a toa que levou cinco indicações ao Oscar. Quem imaginaria que o diretor de “Alien – A Ressurreição” faria um filme tão diferente?

Ela nos faz pensar nas pequenas e singelas coisas da vida que deixamos passar, ou pela rotina, ou por um problema que não é tão grande, mas nos consome energia. Muitas dessas coisas, um dia, farão falta em nossa vida. Porém, é raro alguém que preste atenção nas coisas singulares da existência.

Vivemos preocupados (e ocupados) com coisas grandes.

Vivemos esperando que alguém apareça, que ganhemos rios de dinheiro, que as pessoas mudem. É certo que um dia esse alguém não aparecerá, talvez sempre ganhemos apenas o suficiente, nunca a mais, e as pessoas… ah, as pessoas. Isso nunca muda.

Estamos achando todos os dias que podemos mudar o mundo! Mas essa “mudança” começa em cada um de nós. Não no outro, no semelhante.

Eu acredito na mudança interna, que se reflete externamente. Embora algumas almas jamais serão atingidas com essa mudança, pois são impenetráveis, nunca espere para ser uma pessoa melhor. Mude, mas não se altere.

Faça essas “pequenas” coisas, pois pelo menos a sua índole e sua alma estarão à salvo.

Obs. importante: o Budismo me fez muito bem. 😉

Read Full Post »

Sim!

Porque meu coração doeu ao tentar mudar de blog. Me senti uma in-justiceira ao tentar adquirir um domínio em outro lugar. Que coisa, não? Você se apega a um lugar e de lá não quer sair nunca mais. Descobri que gosto daqui, mais do que qualquer outro blog que eu já tenha possuído…

Então eu continuo meio Bennie, meio Nanci, toda blogueira nessa loucura intergalática. E tentando entender o que essa frase quis dizer.

Read Full Post »

Pobres meninas ricas…

Finalmente estou usando toda a potência de uma banda larga e postando em um sábado. Só que à noite. O Marcelo só volta de Manaus na quarta e não se tem naaaada para fazer. A não ser blogar!

Hoje eu estava analisando o comportamento de algumas pessoas. Não, eu não estava assistindo ao BBB-eca. Eu estava mesmo é filosofando, coisa que eu faço apenas nos horários vagos. 🙂

Percebo o quanto existem pessoas que reclamam de praticamente tudo na vida. Qualquer coisa vira motivo de utilizar um muro de lamentações. Eu sinto que esse comportamento é totalmente errado. Pessoas que tem muito na vida (porque nunca pode-se dizer TUDO, pois ninguém tem tudo na vida) e ficam por aí, chorando as pitangas, precisariam olhar ao redor.

Pessoas que tem as coisas e são infelizes porque faltam-lhes alguma coisa. Falta amor, paciência, vontade, vida. Falta alguém que lace o coração. Um preenchimento que é difícil de completar. Aí a história é outra. É hora de começar a busca pelo o que realmente merece que valha a pena.

Conselho de sábado daqui, ó. Seja sempre você. Nunca o que os outros querem. Só aí você será realmente feliz.

Read Full Post »

Older Posts »